top of page

Profissionais do gov federal descolados para RS supera 14,5 mil




Mais de 14,5 mil profissionais ligados ao governo federal trabalham diretamente em ações de ajuda humanitária e de recuperação de estruturas no Rio Grande do Sul. O trabalho é integrado ao governo estadual e municípios atingidos pela tragédia climática e envolve ações como resgates e evacuações, restabelecimentos de sistemas, diálogo com técnicos dos municípios para agilizar liberação de recursos, armazenamento e entrega de cestas de alimentos.


Na noite deste domingo (5), o governo federal informou que as Forças Armadas contam com 13,6 mil militares em ação, que já realizaram mais de 25 mil resgates por meio aéreo, terrestre e fluvial. São 9.160 integrantes do Exército, 237 da Marinha e 960 da Força Aérea Brasileira, além de 3.243 integrantes de agências parceiras.


Estão mobilizadas 951 viaturas, 30 aeronaves e 182 embarcações. Já foram computadas 243 missões de transporte aéreo logístico, 29 de transporte terrestre de materiais, 69 evacuações aeromédicas e mais de 500 resgates diretamente por aeronaves.


“Há um trabalho extraordinário sendo realizado por voluntários, há um trabalho incessante das Forças Armadas, dos Bombeiros, da Defesa Civil, e são diferentes estágios. Na região Metropolitana de Porto Alegre, nós ainda estamos na fase de resgate, mas outras cidades, no Vale do Taquari, por exemplo, o rio já baixou e nós estamos entrando naquela fase nova, que é a fase do restabelecimento, da limpeza, toneladas de lixo que precisam ser retiradas”, explica o O ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), Paulo Pimenta.


As equipes vinculadas ao governo federal atuam em ações apoio em comunicações, resgate de desalojados e desabrigados, busca de desaparecidos, reconhecimentos de estruturas de engenharia, desobstrução de vias, apoio na montagem de Postos de Triagem e Abrigos Emergenciais, transporte Aéreo Logístico, gerenciamento de depósito de donativos, transporte e distribuição de donativos, atendimento médico-odontológico e restabelecimento de Serviços Essenciais.


O Ministério da Justiça também atualizou neste domingo o envolvimento direto da pasta nas ações de resgate e salvamento, entre integrantes da Polícia Rodoviária Federal (315), Polícia Federal (319) e Força Nacional (100). São 734 pessoas: 674 policiais e 60 bombeiros. A estrutura para logística conta com 48 caminhonetes especiais, 20 viaturas comuns, 18 botes de resgate, nove embarcações de resgate, seis viaturas-reboque, quatro helicópteros, dois caminhões, um jetski e uma carreta tanque de abastecimento.


Na visita ao RS, neste domingo, o presidente afirmou que "não haverá burocracia que impeça a reconstrução do RS". O ministro Pimenta avalia que a vinda de Lula foi muito importante, principalmente por ter trazido os presidentes da Câmara, do Senado, do Tribunal de Contas e do STF. Segundo ele, isso “sensibiliza as autoridades para que a gente possa, nas próximas horas, aprovar uma medida legislativa que permita vencer a burocracia”.


Fonte: Brasil de Fato

Comments


banner internet niteroi 450 anos shows 300x250px 6 11 23.jpg
bottom of page