top of page

Pedagogia hospitalar do Getulinho recebe o 7º Prêmio Territórios Tomie Ohtake

Atualizado: 16 de nov. de 2023



(Foto: ASCOM Prefeitura de Niterói)

A equipe da Pedagogia Hospitalar do Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, conhecido como Getulinho, em Niterói, celebra a conquista do 7º Prêmio Territórios Tomie Ohtake. O trabalho intitulado "Inspirações para o bem viver: descolonizando o olhar" destacou-se entre os 10 melhores do país, sendo reconhecido nacionalmente pela sua abordagem inovadora e impactante.


O projeto premiado focou no enfrentamento às diversas formas de violência, alienação e exploração, incluindo questões relacionadas ao racismo, sexismo e ao apagamento histórico-cultural de povos indígenas e africanos. Ao trazer essas temáticas para o debate na comunidade hospitalar, a Pedagogia Hospitalar do Getulinho demonstrou sensibilidade e comprometimento com uma abordagem inclusiva e educativa.


Ações Transformadoras:

As ações do projeto foram diversificadas, visando não apenas o ensino-aprendizagem, mas também o desenvolvimento global das crianças hospitalizadas. Oficinas com crianças e familiares, contação de histórias, teatro participativo baseado em contos africanos, construção coletiva de horta vertical no pátio do hospital e ações integrativas com a equipe do ambulatório foram algumas das estratégias pedagógicas implementadas.


(Foto: ASCOM Prefeitura de Niterói)

Pedagogia Hospitalar no Getulinho:

O projeto Pedagogia Hospitalar, desenvolvido no Hospital Pediátrico Getúlio Vargas Filho, tem como objetivo assegurar a continuidade do processo de ensino-aprendizagem e o desenvolvimento das crianças durante o período de hospitalização. A coordenadora Vivian Padial, as professoras Karoline Rosa e Ana Patrícia Bastos, e a psicóloga Lauane Baroncelli compõem o dedicado grupo da Pedagogia Hospitalar.


A secretária municipal de Saúde de Niterói, Anamaria Schneider, destaca a importância da parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde e Educação no desenvolvimento do projeto. Ela enfatiza que a Pedagogia Hospitalar não apenas oferece apoio pedagógico às crianças em situação de internação ou atendimento ambulatorial, mas também proporciona bem-estar aos pacientes e familiares.



Cidadania e Cuidado Integral:

Segundo Elaine López, diretora do Getulinho, o projeto vai além do propósito educacional tradicional, incorporando a noção da pedagogia como uma forma de desenvolver a cidadania. Ela destaca que a Pedagogia Hospitalar, especialmente no contexto de um hospital pediátrico, convida a refletir sobre o cuidado integral e reafirma diariamente a opção pela área da saúde.

Comments


banner internet niteroi 450 anos shows 300x250px 6 11 23.jpg
bottom of page