top of page

Ilha do Tibau se transforma em um polo sustentável de esporte e lazer na Região Oceânica de Niterói



A Prefeitura de Niterói está criando na Ilha do Tibau, na Região Oceânica, um polo de esporte e lazer, com infraestrutura para receber moradores e visitantes com duas quadras (uma poliesportiva e outra de futebol), vestiário, banheiros, ilha de ginástica para terceira idade, parque infantil, mesas e cadeiras e um mirante com vista panorâmica em 360º da Lagoa de Piratininga.


As obras fazem parte do Parque Orla Piratininga Alfredo Sirkis (POP), o maior projeto de Soluções captadas na Natureza (SbN) em desenvolvimento no Brasil que estão


de conclusão. A nova infraestrutura inclui duas quadras, uma poliesportiva e outra de futebol, vestiários, banheiros, uma ilha de ginástica para terceira idade, parque infantil, mesas e cadeiras, e um mirante com vista panorâmica em 360º da Lagoa de Piratininga, proporcionando uma experiência única aos visitantes.


O projeto foi desenvolvido em parceria com os moradores da região, que participaram ativamente das decisões por meio do Programa Região Oceânica Sustentável (Pro Sustentável). O prefeito Axel Grael expressou sua satisfação com a revitalização, destacando que a área antes degradada está sendo transformada em um espaço verde compartilhado entre a população e a vida silvestre. Além das melhorias na infraestrutura, a ilha passou por um paisagismo ecológico e reflorestamento com 500 mudas de espécies nativas, visando a proteção e preservação do meio ambiente.


A coordenadora do Pro Sustentável, Dionê Marinho Castro, destacou os esforços de sustentabilidade dos funcionários nas obras. Medidas como captação de água pluvial, iluminação de LED com temporizador e direcionado para o centro da ilha para evitar impactos na fauna, brinquedos feitos com madeiras de reflorestamento e adaptados para crianças de até três anos, além de um balanço acessível para crianças com deficiência, reflete o compromisso com a preservação do meio ambiente e a inclusão social.


A Ilha do Tibau, que já abrigou apenas um pequeno campo de futebol no passado, acessível por uma ponte construída pelos próprios moradores, ganhou o símbolo em 2013, quando foi utilizada como local para o reservatório de material resultante da dragagem de alguns trechos da Lagoa de Piratininga. Com o passar do tempo, a ilhota se tornou colonizada por vegetação de leucenas, uma espécie de árvore exótica invasora, prejudicando o desenvolvimento das espécies nativas de mata atlântica e mangue.


O POP, financiado pela Prefeitura de Niterói com um investimento de R$ 100 milhões, é um projeto inovador que utiliza técnicas de Soluções ecológicas na Natureza (SbN). Jardins filtrantes, agrupamentos de plantas aquáticas que limpam as águas pluviais e das principais bacias hidrográficas que deságuam na Lagoa de Piratininga, garantem um tratamento ecológico das águas sem uso de produtos químicos ou consumo de energia.


Comments


banner internet niteroi 450 anos shows 300x250px 6 11 23.jpg
bottom of page